6 Passos para Perder Barriga Rápido - Emagrecer para Ontem

6 Passos para Perder Barriga Rápido

Thumb 6 Passos para Perder Barriga Rápido

6 Passos para Perder Barriga Rápido!

O excesso de peso não é necessariamente sinônimo de doença.

Na verdade, existem muitas pessoas com excesso de peso que se encontram em excelente estado de saúde.

Por outro lado, sabemos também que muitas pessoas que estão com peso normal têm os problemas metabólicos que normalmente estariam associados à obesidade.

MAS PORQUE ISSO OCORRE?

Isso acontece porque a gordura debaixo da pele não é o grande problema (pelo menos não do ponto de vista da saúde e sim estética).

O grande vilão é a gordura na cavidade abdominal, a gordura da barriga, também chamada de gordura visceral (porque está entre as fibras musculares) que causa os maiores problemas.

Se você apresenta excesso de gordura em torno de sua cintura, mesmo que seja magro ou não muito pesado, necessita urgentemente seguir alguns passos para se livrar disso. Primeiro, conhecer seu perímetro abdominal.

A gordura da barriga em geral é estimada através da medida da circunferência de sua cintura. Isso pode ser feito facilmente em casa com uma fita métrica simples.

Qualquer valor acima de 40 polegadas ou 102 cm nos homens e 35 polegadas ou 88 cm nas mulheres, é conhecida como Obesidade Abdominal.

Porém não há motivos para desespero. Sabemos que existem algumas estratégias testadas e comprovadas, que visam queimar mais a gordura da barriga do que outras áreas do corpo.

Como Emagrecer Naturalmente, Recuperar a Autoestima, Atingir Seu Peso Ideal e Nunca Mais Se Preocupar Com a Balança! Tudo isso sem dietas malucas, sem passar fome e sem precisar ficar horas em uma academia.CLIQUE AQUI!

Abaixo seguem 6 Passos para Perder Barriga Rápido.

    1. Não coma açúcar e evite bebidas açucaradas

O açúcar industrializado é praticamente um veneno. Estudos mostram inúmeros efeitos nocivos sobre o metabolismo. A molécula do açúcar ou sacarose é formada por glicose e frutose. A glicose pode ser metabolizada no fígado ou no intestino e armazenada nos músculos na forma de glicogênio. Já a frutose só pode ser metabolizada pelo fígado. Com isso quando há ingestão excessiva de açúcar refinado, o fígado é sobrecarregado com frutose e é forçado a transformar tudo em gordura.

Estudos mostraram que o excesso de açúcar, principalmente devido às grandes quantidades de frutose, levam ao acumulo de gordura abdominal.

Alguns defendem que este é o principal mecanismo por trás dos efeitos nocivos do açúcar sobre a saúde. Aumenta a gordura abdominal e a gordura do fígado (esteatose hepática), levando à resistência à insulina e outros problemas metabólicos.

O açúcar presente nas bebidas é pior ainda. As calorias não são “registradas” pelo cérebro da mesma forma que calorias sólidas, então, quando você bebe bebidas açucaradas, você acaba inerindo mais calorias totais.

Estudos mostraram que os excessos de açúcar, principalmente devido às grandes quantidades de frutose, levam ao acumulo de gordura abdominal.

Hoje tome a decisão para diminuir a quantidade de açúcar em sua dieta e até considere eliminar completamente as bebidas açucaradas da sua alimentação. Isso inclui bebidas refrigerantes, sucos de frutas (néctar) e várias bebidas esportivas com alto teor de açúcar.

Lembre-se que isso não se aplica a frutas inteiras, que são extremamente saudáveis ​​e têm muitas fibras que diminuem os efeitos negativos da frutose.

A quantidade de frutose obtida nas frutas é insignificante, se comparado com aquela  obrida em uma dieta com alto teor de açúcar refinado.

Outra dica importante. Comece a ler os rótulos. Mesmo os alimentos comercializados como alimentos saudáveis podem conter enormes quantidades de açúcar.

    1. Comer mais proteínas é uma ótima estratégia a longo prazo para reduzir a gordura da barriga

A proteína é o macro nutriente mais importante quando o assunto é perder peso.

Se a perda de peso é o seu objetivo, a adição de proteína é talvez a única mudança considerável na sua dieta.

A proteína demonstrou reduzir os desejos em 60% e aumenta a queima calórica em 80-100 calorias por dia. Não só isso irá ajudá-lo a emagrecer, mas também pode ajudá-lo a evitar o aumento de peso se você decidir abandonar seus esforços de perda de peso.

Existem também evidências de que a proteína é eficaz contra a gordura abdominal. Um estudo mostrou que a quantidade e a qualidade das proteínas consumidas estavam inversamente relacionadas à gordura na barriga. Ou seja, as pessoas que comiam mais e melhores proteínas tinham muito menos gordura na barriga.

Outro estudo na Dinamarca mostrou que a proteína estava ligada a um risco expressivamente reduzido de ganho de gordura da barriga durante um período de 5 anos. Este mesmo estudo também mostrou que carboidratos refinados e óleos estavam ligados a quantidades aumentadas de gordura da barriga, mas frutas e vegetais ligados a quantidades reduzidas.

Muitos outros estudos mostram a eficácia da proteína em 25-30% de calorias.

Baseado nesses dados, faça um esforço para aumentar a ingestão de alimentos ricos em proteínas, como ovos inteiros, peixes, frutos do mar, legumes, nozes, carne, produtos lácteos e alguns grãos integrais. Estas são as melhores fontes de proteína para sua dieta.

Se você luta com a obtenção de proteína suficiente na sua dieta, um suplemento de proteína de qualidade (como proteína de soro de leite) é uma maneira saudável e conveniente de aumentar a ingestão total.

Dica de bônus: considere cozinhar seus alimentos em óleo de coco. Alguns estudos mostraram que 30 mL (cerca de 2 colheres de sopa) de óleo de coco por dia reduz ligeiramente a gordura da barriga.

Como Emagrecer Naturalmente, Recuperar a Autoestima, Atingir Seu Peso Ideal e Nunca Mais Se Preocupar Com a Balança! Tudo isso sem dietas malucas, sem passar fome e sem precisar ficar horas em uma academia. CLIQUE AQUI!

    1. Corte os carboidratos da sua dieta

A restrição do Carboidrato é uma maneira muito eficaz de perder gordura.

Veja aqui os benefícios da dieta Low Carb.

Isto é baseado por muitos estudos. Quando as pessoas cortam carboidratos, seu apetite cai e eles perdem peso.

Mais de 20 testes aleatórios mostraram que dietas com baixo teor de carboidratos levam a 2-3 vezes mais perda de peso do que dietas com baixo teor de gordura.

Isso aconteceu mesmo quando os grupos de baixo teor de carboidratos foram autorizados a comer grandes porções, enquanto os grupos de baixo teor de gordura ficaram restritos e com porções pequenas.

As dietas baixas em carboidratos também levam a reduções rápidas da água no corpo, o que proporciona às pessoas resultados imediatos. Uma grande diferença na escala é muitas vezes vista dentro de alguns dias.

Existem também estudos que comparam dietas com baixo teor de carboidratos e com baixo teor de gordura, mostrando que dietas com baixo teor de carboidratos direcionam especificamente a gordura na barriga e em torno dos órgãos e fígado.

O que isso significa é que uma proporção particularmente alta da gordura perdida em uma dieta baixa em carboidratos é a gordura abdominal perigosa e que promove doenças.

Apenas evitando os carboidratos refinados (pães brancos, massas, etc.) deve ser suficiente, especialmente se você manter sua proteína alta.

No entanto, se você precisa perder peso rapidamente, considere deixar a ingestão de carboidratos para 50 gramas por dia. Isso colocará seu corpo em cetose, matando seu apetite e fazendo seu corpo começar a queimar principalmente gorduras por combustível.

Claro, as dietas com baixo teor de carboidratos têm muitos outros benefícios para a saúde, além da perda de peso. Eles podem ter efeitos que salvam vidas em diabéticos tipo 2, por exemplo.

    1. Coma alimentos ricos em fibras, especialmente fibras viscosas

A fibra dietética é principalmente matéria vegetal indigestível.

Muitas vezes afirma-se que comer muita fibra pode ajudar com a perda de peso.

Isso é verdade, mas é importante ter em mente que nem todas as fibras são iguais.

Parece que as fibras solúveis e viscosas são as que têm um efeito sobre o seu peso.

Estas são fibras que unem água e formam um gel espesso que “senta” no intestino.

Este gel pode diminuir dramaticamente o movimento dos alimentos através do estômago e do intestino delgado, e diminuir a velocidade da digestão e absorção de nutrientes. O resultado final é uma sensação prolongada de saciedade e menor apetite.

Um estudo de revisão descobriu que 14 gramas adicionais de fibra por dia foram ligados a uma diminuição de 10% na ingestão calórica e perda de peso de 2 kg (4,5 libras) ao longo de 4 meses.

Em um estudo de 5 anos, comer 10 gramas de fibra solúvel por dia foi associado a uma redução de 3,7% na quantidade de gordura na cavidade abdominal, mas não teve efeito sobre a quantidade de gordura sob a pele.

O que isso implica, é que a fibra solúvel pode ser particularmente eficaz na redução da gordura da barriga.

A melhor maneira de obter mais fibra é comer mais vegetais e frutas. Os legumes também são uma boa fonte, bem como alguns cereais como aveia.

Então você também pode tentar tomar um suplemento de fibra como o glucomanano. Esta é uma das fibras dietéticas mais viscosas existentes, e tem demonstrado causar perda de peso em muitos estudos.

    1. O exercício é muito eficaz na redução da gordura da barriga

O exercício é importante por vários motivos e é um dos 6 Passos para Perder Barriga Rápido.

É uma das melhores coisas que você pode fazer se quiser viver uma vida longa, saudável e evitar doenças.

Entrar em todos os benefícios surpreendentes para a saúde do exercício está além do alcance deste artigo, mas o exercício parece ser efetivo na redução da gordura da barriga.

Saiba aqui sobre o Trino HIIT!

No entanto, tenha em mente que não estou falando sobre exercícios abdominais aqui.  Fazer infinitas quantidades de abdominais não o farão perder gordura da barriga.

Em um estudo, 6 semanas de treinamento apenas dos músculos abdominais não tiveram efeito mensurável na circunferência da cintura ou na quantidade de gordura na cavidade abdominal.

Dito isto, outros tipos de exercícios podem ser muito eficazes.

O exercício aeróbio (como andar, correr, nadar, etc.) mostrou causar grandes reduções na gordura da barriga em numerosos estudos.

Outro estudo descobriu que o exercício impediu completamente as pessoas de recuperar a gordura abdominal após a perda de peso, o que implica que o exercício é particularmente importante durante a manutenção do peso.

O exercício também leva a uma inflamação reduzida, níveis de açúcar no sangue e todas as outras anormalidades metabólicas associadas à obesidade central.

    1. Acompanhe seus alimentos e descubra exatamente o que e quanto você está comendo

O que você come é importante. Praticamente todos sabem disso.

No entanto, surpreendentemente, a maioria das pessoas realmente não tem ideia do que eles realmente estão comendo.

As pessoas pensam que estão comendo “proteínas elevadas”, “low-carb” ou o que quer que seja, mas tendem a superar ou subestimar drasticamente.

Eu acho que para quem quer realmente otimizar sua dieta, o controle de calorias por um tempo é absolutamente essencial.

Isso não significa que você precisa pesar e medir tudo para o resto de sua vida, mas fazê-lo de vez em quando por alguns dias seguidos pode ajudá-lo a perceber onde você precisa fazer mudanças.

Se você quiser aumentar sua ingestão de proteína para 25-30%, como recomendado acima, apenas comer mais alimentos ricos em proteína não irá ajudá-lo. Você precisa realmente medir e ajustar para atingir esse objetivo.

Eu pessoalmente faço isso todos os meses. Eu peso tudo o que eu como para ver como minha dieta atual se parece.

Então eu sei exatamente onde fazer ajustes para se aproximar dos meus objetivos.

E você como vai a sua dieta? Deixe seu comentário.

Fonte: Healthline

Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE